Edital para projetos de inovação é lançado no Smart City Fórum Floripa

smart-floripa.jpg

A Prefeitura de Florianópolis lançou, nesta quarta-feira (31), durante o Smart City Fórum Floripa uma chamada pública para o projeto Living Lab, que vai selecionar projetos de instituições e empresas nacionais e internacionais de inovação no espaço urbano. A ideia é ampliar o projeto da Rua Vidal Ramos para a cidade toda, para transformar Floripa em um laboratório de inovação a céu aberto. O lançamento foi acompanhado pelos cerca de 200 participantes do evento realizado no Auditório da Softplan, no Sapiens Parque.

O primeiro Smart City Fórum Floripa, uma versão no formato de Fórum do Congresso Mundial que ocorre anualmente em Barcelona, é uma iniciativa do iCities, empresa pioneira no Brasil em soluções para cidades inteligentes, e pela FIRA Barcelona, consórcio público espanhol formado pela Prefeitura de Barcelona, Governo da Catalunha e Câmara de Comércio de Barcelona. O fórum, que também tem o apoio da Prefeitura Municipal de Florianópolis e da empresa Softplan, passa a integrar o calendário anual da cidade, segundo os diretores do iCities, André Telles e Roberto Marcelino.

Outra ação anunciada no Fórum é a Smart City Week, que levará executivos, empresários e representantes do poder público para o Smart City World Congress, em Barcelona. Entre os dias 10 e 18 de novembro, o grupo também participará de evento organizado pela Câmara de Comércio Brasil-Catalunha e de visitas às empresas Cisco, Indra e Microsoft. A missão é coordenada pelo iCities, com organização da Global Business, e planejada por Josep Piqué, da Associação Internacional de Parques Científicos e Áreas de Inovação (IASP, sigla em inglês) e presidente da empresa de inovação La Salle Technova de Barcelona.

Floripa inovadora

"O Living Lab Florianópolis busca soluções inovadoras de base tecnológica que ajudem a melhorar a qualidade de vida dos seus cidadãos e a experiência dos visitantes, além de otimizar a gestão urbana, desenvolvendo novos serviços inteligentes na região”, disse Marcus Rocha, superintendente de Cência, Tecnologia e Inovação da prefeitura.

O projeto da rua Vidal Ramos, conhecido como Laboratório de Inovação Urbana, implementou desde o ano passado em toda a rua um sistema completo de videomonitoramento e segurança além de conexão com a internet. Após essa primeira chamada, que se encerra em 20 de novembro, as empresas inscritas realizarão testes durante seis meses e aquelas que apresentarem a melhor escalabilidade poderão ser escolhidas para que seus projetos sejam colocados em prática. No ano que vem, devem ser abertos editais com foco em segurança, saúde, saneamento e buscar novos parceiros para a realização de ações.

Conhecendo o Hyperloop

Um dos grandes destaques do Smart City Fórum Floripa foi a apresentação do meio de transporte futurista Hyperloop, por Ricardo Penzin, diretor de diretor de desenvolvimento de negócios no Brasil da Hyperloop Transportation Technologies. A concepção inicial leva a assinatura do empresário Elon Musk, dono da Tesla e SpaceX.

 A tecnologia consiste em uma cápsula que viaja em um trilho de alumínio através de um túnel a vácuo e que pode atingir velocidades de até 1.100 km/h. A sucção de ar acontece por meio de painéis solares instalados ao longo de todo o túnel, tornando o meio 100% renovável. Recentemente, a empresa lançou em Toulouse, na França, o protótipo de um Hyperloop que deve entrar em operação comercial em 2019.

Penzin destaca que o Hyperloop – projeto com unidades em 12 países - é um conjunto de tecnologias já existentes com um modelo de negócios ancorado no ser humano. “Possuímos um modelo de negócios que nos permite reunir talentos de todo o mundo no desenvolvimento de uma solução focada no conhecimento do usuário sem exceção. Temos centros de inovação e de pesquisa e desenvolvimento, além de parcerias com universidades que permitem produzir novas inovações para o transporte mundial”, afirma.

Guto Kraft