Vale do Pinhão será o coração do Smart City Expo Curitiba 2018

vale do pinhão.jpg

Os cinco mil participantes do Smart City Expo Curitiba 2018, evento de cidades inteligentes que ocorre de 28 de fevereiro a 1º de março deste ano, poderão conhecer e vivenciar de perto todos os projetos que estão sendo desenvolvidos no Vale do Pinhão.

Palestras de representantes de startups da capital e propostas de revitalização dos bairros que fazem parte do projeto Vale do Pinhão serão algumas das atrações do espaço de 200 metros quadrados, uma espécie de praça central (Smart Plaza) no Expo Renault Barigui. O evento, que pela primeira vez ocorrerá em uma cidade brasileira, tem o apoio da Prefeitura de Curitiba.

“Durante os dois dias do congresso, estaremos mostrando que o Vale do Pinhão contempla uma série de ações integradas de incentivo à tecnologia, revitalização de regiões com emprego e renda, criação de startups (novas empresas) e educação voltada à cultura da inovação”, destaca Frederico Augusto Munhoz da Rocha Lacerda, presidente da Agência Curitiba de Desenvolvimento e Inovação, responsável pelo projeto idealizado pelo prefeito Rafael Greca.

Até a realidade virtual será usada para mostrar aos participantes do Smart City Expo o grande ecossistema de incentivo à inovação que está sendo desenvolvimento com o Vale do Pinhão, explicou o presidente da Agência Curitiba.

Frederico lembra que o Smart City Expo foi criado pelo Fira Barcelona Internacional, um consórcio público espanhol formado pela Câmara de Comércio de Barcelona e pelo Governo da Catalunha, que elegeu a capital paranaense como cidade inteligente (“smart city”) e sede da edição brasileira.

“As smart cities têm como eixo a inovação e a tecnologia, impulsionando uma sociedade colaborativa. Em Curitiba, o Vale do Pinhão tem essa missão de estimular empreendedores, startups, universidades, investidores, grandes empresas e o terceiro setor a atuarem em conjunto para fortalecer o desenvolvimento de negócios inovadores na capital, principalmente, na área de economia criativa e tecnologia”, justifica ele. 

O presidente da Agência Curitiba reforça que a capital também foi escolhida como “smart city”, pois aposta em um novo modelo de gestão, capaz de responder às necessidades de seus habitantes nos âmbitos da mobilidade, planejamento urbano, governo, economia, energia, meio ambiente, segurança, educação e saúde. “Tudo isso credenciou Curitiba a ser o fórum em que especialistas e autoridades mundiais do setor, das cidades e dos governos vão apresentar soluções aos problemas comuns que afetam as cidades”, avalia Frederico.

Além disso, completa o presidente da Agência Curitiba, o Smart City Expo Curitiba é visto como uma grande oportunidade para que a capital receba grandes empresas e instituições e as soluções que desenvolveram, bem como articular negócios com as startups locais do Vale do Pinhão.

Temas

O Smart City Expo World Congress Curitiba 2018, que tem organização da empresa curitibana iCities e apoio estratégico do World Trade Center Business Club, será dividido em quatro temas: Tecnologia Disruptiva (que quebra padrões), Governança, Inovação Digital e Cidades Sustentáveis do Futuro.

“Haverá área de exposição e de congresso, com 18 palestrantes internacionais e 36 palestrantes do Brasil para falar sobre temas relacionados à inovação em cidades, como tecnologias disruptivas, indústria 4.0, big data, internet das coisas, robótica, blockchain, aplicabilidade de soluções tecnológicas e sustentáveis em cidades”, observa André Telles, diretor do iCities.

O executivo ressalta que o evento já ocorreu em outras cidades do mundo, como Kyoto, Buenos Aires, Casablanca, Montreal, Puebla, Nova York, e todas as cidades acabaram se reinventando após jornadas como a que ocorrerá em Curitiba.

Sobre o Vale do Pinhão

Idealizado pelo prefeito Rafael Greca, o Vale do Pinhão contempla uma série de ações integradas de incentivo à tecnologia, revitalização de regiões com emprego e renda, criação de novas empresas e educação voltada à cultura da inovação.

“O Vale do Pinhão é um grande ecossistema de incentivo à inovação, empreendedorismo e desenvolvimento”, afirma Greca. O nome do projeto é uma alusão ao Vale do Silício, região no estado da Califórnia (EUA), que é sede da Universidade de Stanford e de empresas como Google, Facebook e Apple.

Desde o início do ano, a Prefeitura, através da Agência Curitiba de Desenvolvimento e Inovação, vem estimulando empreendedores, startups, universidades, investidores, grandes empresas e o terceiro setor a atuarem em conjunto para fortalecer o desenvolvimento de negócios inovadores na capital.

O coração do Vale do Pinhão é o Engenho da Inovação (antigo Moinho Rebouças), no bairro do Rebouças, que se transformou em um moderno espaço para estimular a inovação e a criação de novas empresas, através de uma agenda ativa e qualificada de ações que fomentam o networking e a qualificação profissional.

Confira toda a programação de eventos e como se inscrever no programa para startups no site www.valedopinhao.agenciacuritiba.com.br.

Sobre o Smart City Expo Curitiba 2018

É o evento de cidades inteligentes do Smart City Expo World Congress, chancelado pela Fira Barcelona, que ocorrerá na capital paranaense em 28 de fevereiro e 1º de março. Foi trazido e está sendo organizado pela iCities, empresa pioneira no Brasil na temática de Cidades Inteligentes.

Mais informações no www.smartcityexpocuritiba.com.

Guto Kraft